quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Em busca da Grande Biblioteca



Vamos lá...

Existe um mito que diz que as mulheres têm um problema nato com senso de direção.

Eu discordo pois conheço várias mulheres com um senso incrível, mas.... não, não é meu caso.

Quando eu cheguei em Montréal descobri que a cidade é dividida em Norte-Sul, Leste-Oeste... (dã..... o mundo é dividido assim Adriana.) Ok ok..... mas aqui se você procura o endereço na rua Sherbrooke por exemplo você PRECISA saber se fica na parte leste ou oeste, senão lascou, você não achará nunca o local!

Pois bem....

Até que para uma pessoa geograficamente sem noção como eu, foi fácil aprender essa parte.

Mas hoje a aventura mereceu um post!

Pensem numa pessoa perdida. Pensaram? Agora pensem em DUAS pessoas perdidas. É pior que isso.

Minha amiga Liza e eu passamos o dia juntas. Tudo começou no curso de garderie pela manhã.... eu, ela e a Marcia (pobre Marcia...). Na hora de achar o café é a Liza que nos direciona (o detalhe é que ele fica a um quarteirão da estação de metrô). Depois do café pegamos o bus para a escola, aí sou eu que as direciono para descermos no ponto certo da escola. Tudo bem até aí....

Acontece que quando estamos nós 3 juntas, queremos contar todas as novidades uma para a outra, pensem em 3 amigas felizes por poderem falar em português e colocar toda a fofoca em dia, para os homens que aqui estão lendo entenderem, quando isso acontece (3 amigas falando ao mesmo tempo) o mundo exterior não existe, a unica coisa que existe é a nossa conversa! É muita alegria falar ENFIM um pouco de português..... e claro, seeeempre nos deparamos com algum brasileiro que nos escuta com atenção, nosso tom de voz deve ser bem baixo!

Passamos a manhã "estudando" e depois paramos no metrô para comer a pizza da semana. Depois do almoço minhas queridas amigas me acompanham à UQAM até que minha aula da francisação da tarde comece.... mais português nos corredores da UQAM..... mais bagunça!

Depois de sair da aula, eu ligo para a Liza para saber se ela ainda estava por perto, já que ela tem aula na UQAM de noite ---- é aí que a aventura começa!

Adriana, depois de trocar 30 sms com a Liza:

- Amiga, acabou minha aula, onde você está?

Liza falando bem baixinho:

- To na biblioteca, vem pra cá.

Adriana:

- Liza, eu não sei ir na biblioteca, tem um monte de bibliotecas aqui!

Liza, bem baixinho denovo:

- Sabe sim, vai pro metrô, vai perto do Dunnets e segue as placas!

Liza desliga na minha cara.

Antes de continuar a história preciso explicar para quem não conhece Montréal. Aqui em Montréal existe a "Grande Biblioteca", não tenho certeza, mas acho que é a maior biblioteca do Canadá..... ela é mega famosa, no Brasil todo mundo falava dessa tal biblioteca. Detalhe 1- estou aqui há 6 meses e ainda não tinha ido na tal biblioteca. Detalhe 2- estudo na UQAM, uma universidade gigante que tem a sua própria biblioteca, e aqui em Montréal a gente acessa quase tudo pelo metrô, inclusive as bibliotecas.

Continuando a história.

Desci do campus que eu tava hoje, no lab de informática, vou para o metrô e leio uma placa logo de cara: Biblioteca Central. Pensei comigo: "mas como a Liza é lerda, tem acesso a biblioteca logo aqui, pra que que eu vou até o Dunnets, vou cortar caminho!" Isso mesmo esperta!

Estou eu seguindo as placas, e adentro a biblioteca central!

Quando pego meu celular tinham mais 30 sms da Liza:

Drikats, sobe pro 1º andar, vai ter um manequim com vestido de noiva, eu to bem de frente.

Ok, vou eu pro 1º andar. Mas quando olho as placas, tinham vários andares antes do 1º, tem o piso metrô, o térreo, e o 1º... liguei pra Liza:

- Liza, que 1º andar você tá?

-Drikats, to no 1º. Sobe a escada.

- Liza, eu já subi, cadê você?

- Drikats, o segurança tá me mandano desligar o celular.

Nesse meio tempo eu andei toda a biblioteca e pensei: Mas que bosta, essa é a maior biblioteca do Canadá? Enfim.... e vários sms da Liza nesse meio tempo me repetindo as direções.

Ligo novamente para a Liza:

- Liza, cade o manequim de noiva?

- Drikats, sobe a escada grande a sua direita que eu to de frente, eu preciso voltar pro computador porque tem um homem mexendo na minha bolsa.

- Mas Liza, cadê a noiva? E a escada não fica do lado direito, é um elevador.

-Não Drikats, tem uma escada enorme.

E eu tentei novamente, entrei e saí da biblioteca umas 80 vezes, os seguranças não estavam entendendo nada, eu pensei se a Liza tinha noção do que era esquerda-direita, noção de tamanho de escada porque pra mim aquela biblioteca era ridicula, a escada micro, eu não estava entendendo mais nada....

Aí eu subi pela milésima vez em um dos 1ºs andares e ví uma pessoa de cabelo liso e camisa xadrez! Era a Liza! Corri toda feliz, quando cheguei perto era um homem. =Z

Aí liguei pra Liza DENOVO:

-Liza, cadê a noiva? A gente não tá na mesma biblioteca.

-Drikats, só tem UMA biblioteca, sobe de elevador que eu te espero.

(eu fiquei sabendo que nessa hora a Liza me confundiu com uma outra mulher, ficou dando tchau, e quando a mulher se aproximou era a segurança mandando ela desligar o cel.)

- Liza, cade você?

-Drikats você não subiu no elevador panoramico?

-Subi Liza, to aqui.... eh..... panorâmico? Não!

Concluímos então que não estávamos na mesma biblioteca!

Eu peguei o caminho certo dessa vez, fui para o Dunnets e estava lá a PLACA: GRANDE BIBLIOTECA!

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah! Era aqui!

Aí claro que eu achei a graaaaaaande escada! Era grande mesmo! Era a direita mesmo! A biblioteca.... lindaaaa, enorme! Subi pra o primeiro andar e ví os manequins, mas eles estavam com roupa de época, e NÃO com vestido de noiva, sorte, muita sorte que eu não perguntei a ninguém onde ficavam os manequins de vestido de noiva! Ah, mas quando os ví pensei em subir mais escadas pois pensei: se esses manequins estão de roupa bege, pode ser que os de noiva estejam em outro andar, mas vou procurar por aqui mesmo!

E quando vejo ao longe....... estava ela lá! LIZAAAAAA!

Não conseguimos nos dar "oi", choramos de rir por uns 15 minutos e inacreditavelmente nem fomos expulsas da biblioteca.

Sem mais.

Um comentário:

  1. só consigo dar risada..... foi exatamente como a Drikats contou....ainda bem, Dri que vc pensou na possibilidade de outra biblioteca.....nem passou pela minha cabeça que poderia ter outra..... rs

    ResponderExcluir

Vamos lá, dê seu pitaco!